Alimentos funcionais: O que você precisa saber?



Desde a linhaça até o mais novo queridinho koubo, há sempre alguma nova indicação para esse alimentos funcionais, e com tanta informação é normal o questionamento: quais os verdadeiros benefícios desses alimentos?

Por isso nós separamos algumas informações essenciais sobre esses alimentos! Continue lendo para descobrir. Antes de falarmos de cada alimentos, vamos à seguinte questão:

O que é alimento funcional?



Alimento funcional é o ingrediente que, além de suas funções nutricionais básicas, quando consumido regularmente, produz efeitos metabólicos, fisiológicos e/ou benéficos à saúde, sendo alimentos considerados promotores de saúde que podem estar associados com a diminuição de riscos de determinadas doenças. Porém, é importante ressaltar que os alimentos atuam de forma a fortalecer o organismo e reduzir as chances de desenvolvimento de doenças, e não curá-las.

Além disso, só haverá efeito benéfico caso uma determinada quantidade do alimento funcional for ingerida, pois em pequenas quantidades pode não trazer o benefício desejado. No Brasil, para ser considerado funcional, o alimento deve atender a uma legislação definida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Deve-se ter alegações que comprovem que o alimento apresenta propriedades funcionais de alguns nutrientes.


Você sabia? A aveia é considerada um alimento funcional!

Agora confira alguns alimentos que se encaixam nessa categoria e algumas curiosidades sobre eles:

  • A quinoa é um alimento muito calórico?

Sim, é verdade! Mas mesmo sendo calórica, a quinoa faz jus a todo seu sucesso pela quantidade de vitaminas e aminoácidos essenciais que apresenta. Pode favorecer desde o funcionamento do intestino até melhorar a imunidade.

  • Koubo ajuda a ter sensação de saciedade?

Koubo ou PitayaSim! Sua principal função do Koubo (ou pitaya) é aumentar a saciedade e amenizar aquele desejo incontrolável por doces. É um alimento rico em fibras, proteínas e carrega em sua composição substâncias como a tiramina que ajuda na sensação de saciedade.

  • Por que linhaça conquistou a mesa dos consumidores?

Essa semente contém alta concentração de fibras e outras substâncias que aumentam a sensação de saciedade, além de regular o intestino. Ela também possui substâncias antioxidantes que podem retardar o envelhecimento da célula.

  • Já ouviu falar do Amaranto?

Este é um cereal rico em proteínas, fibras e vitaminas que podem ajudar na redução do colesterol. Também é rico em cálcio e zinco que, além de ajudar o corpo a aumentar a eficiência da recuperação dos músculos e o seu volume, também ajuda a preservar a massa óssea por causa do alto teor de cálcio. É recomendado consumir pelo menos duas colheres de flocos de amaranto por dia em sucos, caldos ou iogurtes.

  • Óleo de coco é funcional porém calórico

Alguns estudos afirmam que é um alimento capaz de ativar hormônios ligados a sensação de saciedade. Além disso, pode ajudar no funcionamento do intestino já que alimentos gordurosos normalmente auxiliam na digestão. Contém os ácidos láurico e caprílico que, em alguns estudos, dizem que são capazes de fortalecer o sistema imunológico. Contudo deve ser consumido com cautela já que possuo alto teor calórico: cerca de 110 calorias em uma colher de sopa.

  • A queridinha do publico fit: a batata-doce!

Esse alimento possui baixo índice glicêmico, muitos nutrientes e enzimas que a fazem ser digerida lentamente, equilibrando a taxa de insulina e glicose e diminuindo picos de fome, assim pode ajudar quem deseja praticar uma reeducação alimentar

  • Já conhece o Goji berry?

Essa fruta asiática ainda é pouco conhecida no Brasil, e vem se tornando indispensável para quem deseja seguir uma alimentação saudável. Contém triptofano, aminoácido que atua na sensação de bem-estar, diminuindo o apetite e prolongando a saciedade. Pouco calórica e rica em vitamina C, zinco, magnésio e ferro.

  • Aveia

A aveia, devido ao seu alto teor de fibras, é capaz de contribuir para o melhor funcionamento do sistema digestivo, além disso, ajuda a reduzir os níveis de colesterol, auxiliando na eliminação de gordura ingerida.

  • O alho também é funcional!

Esse ingrediente além de possuir elevada atividade antimicrobiana e bactericida também colabora para reduzir a pressão arterial, diminuindo a taxa de LDL sanguíneo aumentando os níveis do HDL, considerado o “bom colesterol”. O ideal é que se realize a ingestão de um dente por dia.

Agora que você conhece mais sobre os alimentos funcionais, tente incorporá-los em suas receitas para deixar o seu produto ainda mais atrativo para o seu público!


Quer ler mais conteúdos como esse? Assine nossa newsletter!


Por Desirée Lorrayne

4 visualizações0 comentário

© 2020 Desenvolvido por Farmácia Jr. Consultoria.