Dicas simples para aumentar a vida útil do seu produto

Atualizado: Fev 17




Os cosméticos têm papel fundamental nos tratamentos estéticos e dão uma super força para deixar a pele mais bonita. Portanto, o correto manuseio do produto é fundamental para garantir sua eficácia e conservação. Se você é daqueles que já se perguntou como fazer o cosmético durar mais, saiba que todo produto possui uma data de validade, que deve ser obrigatoriamente respeitada.


Usar um produto vencido, pode causar reações alérgicas e riscos ao consumidor. Então quando falamos em fazer o cosmético durar mais, não quer dizer, necessariamente, que ele vai poder ser utilizado além da sua validade, mas sim que os cuidados corretos com o manuseio e armazenamento vão ajudar a manter a integridade do produto pelo tempo indicado, sem riscos de danos para o usuário.


Aqui vão várias dicas a serem seguidas para isso:


Quanto à validade

É importante manter a atenção quanto a data de validade dos produtos de beleza, visto que o produto vencido além de não garantir o efeito esperado, pode aumentar as chances de proliferação de microrganismos, pois os conservantes utilizados nas composições dos cosméticos também têm vida útil, podendo absorver umidade ou degradar.

Além disso, um cosmético usado fora de sua validade pode causar irritação e alergia na pele.

  • Como saber a data de validade?

Caso não esteja escrito a data propriamente dita na embalagem, provavelmente haverá um ícone que representa um pote aberto, com um número e uma letra, que significam o tempo em que poderá ser utilizado com segurança depois de aberto pela primeira vez, sem perda de suas propriedades.


um pote e a informação “8 M” significa que deve ser consumido em até oito meses após a data de abertura.



Os perigos durante o verão

Sol e altas temperaturas interferem na vida útil e na performance do produto. Eles precisam de um lugar seco sem contato com a luminosidade do sol e umidade, já que tais fatores alteram a composição e danificam a qualidade do cosmético, portanto deve se sempre evitar guarda-los em locais que estão sujeitos a variação de temperatura e umidade como os porta luvas de carros e banheiros.

Dicas de lugares ideais:

  • Cômoda;

  • Armário no quarto

  • Organizadores de acrílico.



Outras dicas aos consumidores

  • Nunca deve-se deixar as embalagens abertas por muito tempo, pois isso aumenta as chances de contaminação do cosmético por microrganismos presentes no ambiente.

  • Não retirar o produto do frasco diretamente com a mão, caso a embalagem não permita uma dosagem/fracionamento sem contato direto com o produto, utilizar sempre espátulas descartáveis ou devidamente higienizadas.

  • Não devolver o produto novamente para a embalagem original caso houver desperdício.



O uso de conservantes

Na produção, os conservantes são usados em muitos cosméticos para aumentar a sua vida útil. Impedindo o desenvolvimento de bactérias, fungos e leveduras que podem causar doenças ou, simplesmente, prejudicar o bom aspecto do produto final.


Um produto livre de microrganismos que possam causar danos à saúde humana, constitui uma exigência crescente por parte dos consumidores e imprescindível pelos órgãos responsáveis pela vigilância sanitária do País.


O conservante ideal não existe e é por isso que se usam combinações ou blends, mas existem algumas características que podem qualificar um conservante como ideal para cosméticos, como:


  • Deve ser solúvel em água e insolúvel em óleo. Isso se deve ao fato de que os microorganismos crescem na fase aquosa e na interface água-óleo; assim, para serem mais funcionais, os conservantes devem ser acrescentados na fase aquosa.

  • O conservante deve ser estável a qualquer temperatura e condições de pH que sejam utilizadas durante o processo de fabricação dos cosméticos. Porém, na realidade, sabemos que nenhuma combinação orgânica é estável em calor elevado ou condições de pH extremas, buscando-se o mais próximo ao desejado.

  • Os conservantes devem ser, ainda, incolores e inodoros, ou seja, não devem acrescentar cor ou odor ao produto, bem como não devem reagir com outros ingredientes para formar cores ou odores.

  • Devem ser compatíveis com todos os ingredientes e não devem perder atividade na sua presença.

  • Deve ser de fácil controle, bem como não inflamável e não tóxico.


Para saber melhor qual tipo de conservante usar em seu produto uma boa alternativa é buscar um serviço de consultoria especializada, para que assim a durabilidade de seus cosméticos melhore.


Ficou interessado e quer saber mais sobre o assunto? Leia também nosso texto sobre qual a importância de uma embalagem adequada para seus cosméticos e comece a colocar as orientações em prática.


Por Roberta Calvo

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2020 Desenvolvido por Farmácia Jr. Consultoria.