Cosméticos orgânicos: tudo que você precisa saber sobre a modalidade que está ganhando o mercado.

Atualizado: Mar 30

Em 2018, segundo um levantamento feito pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o Brasil se tornou o terceiro país com o maior mercado na área de estética do mundo. Associado ao crescimento no consumo, está o aumento na exigência dos consumidores em relação à qualidade dos produtos e das matérias-primas utilizadas.


Este contexto abre espaço para termos como “formulação verde”, que faz menção a cosméticos orgânicos. Dentro desta categoria de cosméticos, os produtores visam a sustentabilidade, para isso consideram os impactos que a produção pode causar ao meio ambiente, e, ainda, evitam o uso de determinados produtos, como corantes artificiais, parabenos, derivados do petróleo, silicone e agentes químicos. Além disso, não empregam testes em animais.



Qual a diferença entre os tipos de cosméticos presentes no mercado?

De acordo com a Agência Certificadora IBD (Instituto Biodinâmico – 2009) define-se cosméticos “sintéticos”, “naturais”, “orgânicos” e “feito com matéria-prima orgânica” como:

  • Sintéticos: não necessitam de certificação ambiental, mas devem ser regulamentados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Podem conter derivados do petróleo e serem testados em animais.

  • Naturais: devem conter pelo menos 5% de matérias-primas naturais certificadas. Os demais 95% podem ser de matérias-primas não certificadas, sempre descontando a água e o sal. Uma matéria prima só é considerada natural quando possui 100% de comprovação.

  • Orgânicos: deve conter 95% de matérias-primas certificadas no sistema orgânico e 5% restantes podem apresentar matérias-primas não certificadas e água. Só poderá ser considerada 100% orgânica a matéria-prima que seguir todos os passos de produção, extração e processamento corretamente.

  • Cosméticos feitos com matéria-prima orgânica: devem conter em sua fórmula no mínimo 70% e máximo de 95% matéria-prima orgânica, desconsiderando a água e o sal. O resto da fórmula pode conter matéria-prima natural ou orgânica.

Dessa forma, os cosméticos orgânicos e naturais se diferenciam, principalmente, pela porcentagem de matérias-primas naturais certificadas presentes. Entretanto, são qualitativamente iguais: podem conter matérias-primas derivadas de produtos naturais, os quais são manipulados utilizando-se de processos permitidos e precisam enquadrar matérias-primas de origem orgânica – cuja quantidade presente varia em produtos naturais e orgânicos (IBD, 2010).

Os benefícios dos cosméticos orgânicos estão relacionados aos seus constituintes e ao modo como estes são manipulados. Primeiro, a matéria-prima vegetal não é exposta a agrotóxicos, segundo, como o produto é feito a partir de óleos essenciais e outras matérias orgânicas, a pele interage melhor com tais cosméticos, o que pode reduzir as chances de ocorrer algum tipo de reação alérgica.

Para identificar um cosmético orgânico, é necessário procurar pelo seguinte selo de certificação do IBD presente no rótulo ou embalagem do produto:



Caso o produto apresente tal selo, significa que ele se enquadra na definição de cosmético orgânico anteriormente descrita e, além disso, que a qualidade dos insumos e processos de fabricação dos produtos foram assegurados pela agência certificadora.


Caso o produto, além de apresentar o Selo Orgânico do IBD, também seja creditado pelo IFOAM (International Federation of Organic Agriculture Movements), significa que, durante a fabricação do produto, foram utilizados somente os aditivos aprovados pelas normas dessa certificadora. Ademais, mostra que foram utilizadas técnicas biológicas, físicas e mecânicas para processamento do cosméticos orgânicos e dos seus ingredientes.



No mercado atual existem diversas marcas fazem parte do nicho de cosméticos orgânicos:

  • BioArt: empresa brasileira, situada em Santa Catarina, que produz águas florais 100% orgânicas, além de outros artigos de maquiagem.

  • Cativa Natureza: empresa paranaense, conta com cosmética probiótica e produtos para cuidados para rosto, corpo e cabelos.

  • Surya Brasil: criada há mais de 20 anos, a empresa comercializa produtos para cabelos, rosto, corpo e unhas. Além disso, trabalha com henna (produto mais famoso da marca) e esmaltes 5Free.

A Farmácia Júnior exerce serviços de alta qualidade sobre cosméticos! Quer saber mais? Então entre em contato com a gente!


3 visualizações0 comentário