Cosméticos: qual é a importância de uma embalagem adequada?

Produtos de qualidade e embalagens atraentes vem sendo um dos principais motivos para crescimento do setor de cosméticos no Brasil. Em 2017, o setor registrou uma receita de 102 milhões de reais. Estima-se que até o final de 2018, haja um aumento de 3,8%, ou seja, um faturamento de 106 milhões de reais. Esse crescimento exacerbado deve-se à inovação e ao dinamismo do mercado cosmético ao garantir aos consumidores um produto de qualidade associado a uma embalagem atraente e funcional.


Photo by Jess @ Harper Sunday on Unsplash



Qual é a função da embalagem, afinal?


A função primordial da embalagem dos cosméticos é contemplar requisitos de proteção ao produto, principalmente no que se refere a garantia de propriedades físico-químicas do cosmético. Deve-se observar, entre outros, a viscosidade e possíveis interações da fórmula com o material da embalagem. Caso a embalagem não seja apropriada, pode estragar o seu conteúdo.


A preocupação com a embalagem do cosmético a ser comercializado deve ser ponto chave para empresas do ramo, uma vez que, além de assegurar as propriedades do produto, é o primeiro contato do consumidor, e, portanto, a aparência da embalagem é, muitas vezes, responsável pela decisão de compra do cliente.


Dessa maneira, os designers consideram na produção das embalagens várias questões como: os problemas de resistência à luz e à oxidação dos cosméticos, o custo dos componentes da embalagem, o hábito do consumidor final, a praticidade de uso, a conveniência e o apelo visual.


Um grande exemplo da associação entre beleza e qualidade da embalagem é retratado no tubo laminado que embala tinturas para cabelos e outros produtos. Além de ser uma embalagem bonita, que pode ser moldada de diversos jeitos e com variadas cores, o tubo de alumínio é capaz de conferir maior proteção ao produto contra a oxidação. Esse recipiente ainda permite que o produto seja aproveitado de forma integral.


Photo by Jess @ Harper Sunday on Unsplash



O que fazer quando os consumidores estão cada vez mais preocupados com o meio ambiente?


Com os consumidores cada dia mais pautados nas discussões atuais relativas a preservação do meio ambiente, outro fator levado em consideração na produção de embalagens para produtos cosméticos é o impacto ambiental. Aliados ao comprometimento com a preservação da natureza e sabendo dos impactos que as embalagens podem trazer ao meio ambiente, as indústrias cosméticas se preocupam em oferecer maneiras de reduzir o impacto ambiental.


Um grande exemplo disso, é a produção de refil do produto comercializado. O refil, normalmente, apresenta-se como uma forma simples e econômica de se repor o cosmético utilizado e ao mesmo tempo, um recipiente que gera menos impacto ambiental do que a embalagem normal. Observe que as estratégias de marketing relativas às embalagens dos cosméticos vão desde à avaliação do material da embalagem até ao estilo de vida dos consumidores, portanto, seja cauteloso quando for escolher algum produto para comprar.


Lembre-se que o mais importante é que o cosmético adquirido realize sua função em plena condição de suas propriedades. Nesse momento é essencial lembrar que as aparências enganam, e que uma embalagem inadequada pode fazer com que o produto adquirido não realize o efeito esperado.


Se interessou pelas informações sobre as embalagens de produtos cosméticos? Confira também nossos serviços na área!


Por Isabella Marques

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2020 Desenvolvido por Farmácia Jr. Consultoria.