Produtos antissépticos e saneantes: o que são e qual a sua importância

Atualizado: Mar 30



Antissépticos são produtos responsáveis pela eliminação ou inibição do crescimento dos microrganismos na pele ou em outros tecidos vivos. Estes podem ser classificados como agentes bactericidas ou bacteriostáticos e são de suma importância, principalmente quando utilizados na área da saúde.


Saneantes possuem uma ação similar ao antisséptico, entretanto, é utilizado para higienização, desinfecção, em ambientes coletivos e/ou públicos, e no tratamento de água.




Antissépticos


A utilização do antisséptico deve, preferencialmente, obedecer alguns critérios para melhor eficácia como:

  • Amplo espectro de ação

  • Ação rápida

  • Efeito residual

  • Efeito acumulativo

  • Baixa toxicidade

  • Ser estável e não corrosivo


Alguns dos antissépticos mais utilizados são:

  • Álcool 70%

  • Solução alcoólica de clorexidina (0,5%)

  • Solução aquosa de clorexidina (0,2%)

  • Iodóforos


Todos estes são amplamente utilizados na área hospitalar, sendo o álcool mais utilizado corriqueiramente e a clorexidina para assepsia do indivíduo em processos mais invasivos. O álcool tem como principal componente álcool etílico e a solução de Clorexidina, Gluconato de Clorexidina.


As principais vantagens são:

  • Álcool 70% – Ação bactericida contra formas vegetativas de microrganismos Gram positivos e Gram negativos.

  • Gluconato de clorexidina – Possui efeito bactericida para cocos Gram positivos e bacilos Gram negativos, efeito virucida contra vírus lipofílicos e ação fungicida, mesmo na presença de sangue e demais fluidos corporais.

  • Iódoforos – Antissepsia para cateterismo vesical, utilizado também para complementar os procedimentos invasivos em RN prematuros extremos onde existe o risco de queimadura química com o uso de soluções alcoólicas.



Saneantes


Alguns dos saneantes mais utilizados e suas utilidades são:

  • Ácido peracético 0,2%- Desinfecção de artigos semi-críticos em setores do hospital onde não haja condições estruturais para o uso de Glutaraldeído 2% (toxicidade).

  • Desinfetante à base de quaternário de amônio de 4ª geração – Limpeza e desinfecção de superfícies críticas (ex:grades de cama, mobiliário de quarto do paciente, bancadas, mesas, pias, box, etc)

  • Hipoclorito de sódio a 0,02%- Sanitização de utensílios de cozinha, no preparo de dieta enteral, frutas e legumes no SND

  • Polihexametileno Biguanida (PHMB) – Detergente e desinfetante em espuma para pronto uso:



– Produto utilizado pela equipe multiprofissional (ex: enfermagem, fisioterapia, biomédicos, etc); – Limpeza e desinfecção de superfícies hospitalares; – Apresenta amplo espectro antimicrobiano.


É importante observar que todos os produtos acima possuem modos de uso e preparo específicos, o que deve ser atentamente observado. Além de serem amplamente utilizados no ambiente hospitalar, o que aponta sua grande capacidade de desinfecção, que é de suma importância em um ambiente como o hospitalar.


Para saber mais sobre esse tipo de produto ou sobre detalhes relevantes em cozinhas comerciais, acesse o nosso blog.


22 visualizações0 comentário