Descubra como melhorar seu produto por dentro e por fora!

Quando um produto novo é colocado no mercado, a aparência de sua embalagem é a primeira coisa a ser observada. Dessa maneira, o formato da embalagem, as cores utilizadas e até mesmo a logomarca do produto são aspectos muito importantes para a escolha final do consumidor. Entretanto, para que um cliente seja de fato fidelizado, mais detalhes devem ser levados em consideração. Uma vez feita a compra, o consumidor, provavelmente, descartará a embalagem, ou dar a ela menos importância, e o foco principal passará a ser o seu produto!


Aspectos como viscosidade, odor, cor e sabor se tornarão os únicos meios para a comunicação com o seu cliente, e caso não sejam satisfatórios, a relação entre vocês também terá um fim, uma vez que o seu cliente poderá não voltar a comprar o seu produto.


Para que isso não ocorra, continue lendo o nosso texto.


Pense além do design!

A embalagem de um alimento pode ser desenvolvida para protegê-lo de acordo com suas necessidades e características a serem preservadas.

Como dito anteriormente, a embalagem é extremamente importante para o sucesso do seu produto, uma vez que o seu design será a primeira coisa a chamar atenção do consumidor. Contudo, é possível afirmar que a função primordial da embalagem é proteger o alimento, conservando suas propriedades físico-químicas por mais tempo. Desse modo, a escolha de uma embalagem inadequada pode prejudicar a experiência do consumidor do seu produto, posto que tal embalagem poderá não realizar a função pretendida.


Acredite: o rótulo não é interessante apenas para o Marketing!

A rotulagem adequada, além de ser uma norma prevista pela ANVISA, transmite maior confiança e segurança ao consumidor, além de possibilitar que seu produto tenha maior credibilidade no mercado.


Confira a seguir alguns itens que você pode adicionar ao rótulo do seu produto para deixá-lo mais interessante!

Tabela Nutricional

A tabela nutricional costuma estar presente em todos os produtos industrializados, contudo quando o assunto é a fabricação domiciliar, muitos produtores escolhem não adota-la. Isso ocorre, porque muitas pessoas têm medo que a rotulagem nutricional denuncie como alguns alimentos são calóricos, espantando o consumidor. Além disso, alguns fabricantes de alimentos podem sentir dificuldades em encontrar algum prestador de serviço de confiança para a confecção das tabelas.


Não se engane: as tabelas nutricionais não irão espantar os clientes, muito pelo contrário, a rotulagem nutricional se torna um diferencial para produtores caseiros, uma vez que, como dito anteriormente, não são todos os fabricantes que optam por tê-la.

Ingredientes Utilizados

A listagem de ingredientes utilizados na receita pode estar presente no rótulo como uma forma de transparência entre o produtor do alimento e seu consumidor. Além disso, tal informação evita o consumo de alérgenos, e alguns ingredientes devem obrigatoriamente estar presentes no rótulo, segundo a RDC Nº 26 disponibilizada pela ANVISA. Também a Lei nº 10.674, de 16 de maio de 2003 obriga que os produtos alimentícios comercializados informem sobre a presença de glúten, como medida preventiva e de controle da doença celíaca.

Prazo de Validade

O prazo de validade ou tempo de vida de prateleira do seu produto, refere-se ao período em que o alimento conservará suas propriedades físico-químicas, como cor, odor, sabor e viscosidade sem oferecer nenhum risco à saúde do consumidor. Existem inúmeras técnicas para determinação precisa do prazo de validade do seu produto, e claro: é uma informação de extrema importância no rótulo de um alimento!

Lembre-se: um livro não deve ser julgado pela capa!

Já discutimos a importância da embalagem para o primeiro contato do seu produto com o consumidor, porém sabemos que após a compra o conteúdo da embalagem será o verdadeiro protagonista. Mesmo com prazo de validade, listagem de ingredientes e até mesmo uma tabela nutricional o seu produto é o que chamará mais a atenção do consumidor.


Para isso, é preciso apostar em uma aparência atrativa, em cores interessantes, uma textura cativante e claro: um odor agradável. Caso algo não esteja saindo como planejado em sua receita e comprometendo o resultado final, talvez o mais indicado seja uma revisão dos ingredientes e do modo de preparo.


em um cenário em que o seu produto esteja perdendo suas características físico-químicas precocemente, o mais indicado seria uma análise de todos os microrganismos que estejam interferindo no seu produto, com um auxílio de uma análise microbiológica, e talvez, a partir dela, elaboração de um procedimento operacional padrão (POP) para fabricação de seus produtos para que eventuais contaminações sejam evitadas

Como vimos nesse texto, existem inúmeras maneiras de melhorar o seu produto por dentro e por fora! Caso tenha gostado, não deixe de seguir o nosso perfil @farmaciajr no Instagram para mais informações.

2 visualizações0 comentário